domingo, 13 de dezembro de 2020

UMA CONQUISTA NOSSA


 
 Foto: Secom – PMVC

Cesar Andrade, Beto Magno, Tina Rocha, Herzem Gusmão, Paloma Rocha, Hermes Mendes e Mauro Mendes

 

  UMA CONQUISTA NOSSA

 

 Após ver e comentar duas postagens no Facebook, sobre a entrega de uma moção de aplauso – mais do que merecedora -, ao meu ex- professor, o advogado e intelectual Dr. Afrânio Leite Garcez, à quem costumo chamar carinhosamente de Dom Garcez, comecei a me lembrar dos inúmeros artigos por ele escrito sobre Vitória da Conquista, nossa terra natal. 

Relembrei que certa feita eu e minha saudosa mãe íamos atravessando a Praça Tancredo Neves, e eu desanimado, e após cumprimentar Dom Garcez, paramos um pouco e ele me disse uma frase que de profecia se transformou em realidade, e a frase foi dita com pureza, sinceridade e com todo cuidado para não me ferir a frase foi a seguinte: “Beto vá para Salvador, entre numa faculdade, Conquista é pequena para sua grandeza”. 

Depois de muito pensar e meses após fui de mala e cuia para Salvador, e ainda sou devedor deste bom conselho que somente pessoas com o coração nobre e repleto de generosidade pode dar.

 Fiz o vestibular fui aprovado num curso superior e me tornei posteriormente roteirista, diretor, e cineasta. Jamais deixei de pedir conselhos ao meu caro amigo Dom Garcez, e eu me lembro que certa feita ele elogiava tanto o crescimento de Conquista, falava tanto de diversas carências, e de
planos que ele possui e todos exequíveis, que o respondi: “Dom Garcez você é um marqueteiro nato, vende facilmente a imagem de Vitória da Conquista”. 

Nunca perdemos o vínculo de amizade, sempre falamos por telefone ou via WhatsApp, porque ultimamente estou finalizando um filme em Cachoeira, e também pelo falecimento dos meus genitores. Nunca fiquei sem ter notícias verdadeiras sobre Vitória da Conquista. No início do mandato do prefeito reeleito Herzém Gusmão, eu comentei com Dom Garcez que estava indo para Conquista e que ele estava convidado para integrar a comitiva da família do Glauber Rocha, comandada por Paloma Rocha e primos, numa possível aquisição do imóvel onde nasceu o pai do cinema novo. 

Ele declinou o convite, pois tinha outros compromissos e eu entendi. Este fato como bem demonstra a fotografia que ilustra este artigo ocorreu no dia 05 de janeiro de 2017, e lá após as primeiras tratativas, o prefeito chamou um secretário dele e disse “resolvam isso com urgência, e é para ontem”. Saímos crente que tudo estava resolvido, mas não o foi. 

No dia de ontem, domingo 13 de dezembro de 2020, eu telefonei para Dom Garcez, e numa conversa de mais de 1 hora e meia, ele me colocou a par das diversas melhorias que já foram implementadas em Conquista como o asfaltamento de bairros inteiros, antes esquecidos, e o mais importante falou-me que foi aprovada a aquisição de um terreno na Avenida Olívia Flores, para as futuras instalações da Casa Glauber Rocha. O meu coração disparou e eu tive uma espécie de taquicardia de tanta alegria, pois se abre um novo cenário para a produção do áudio visual em nossa cidade, com geração de emprego e renda, e a divulgação do nome do Glauber Rocha pelo país e o mundo. Também me falou de quanto à cidade está ficando linda e ainda mais civilizada, com a construção do terminal de transporte urbano na Lauro de Freitas, a revitalização das praças e a esperança que ele nutre de ver por toda a cidade uma iluminação moderna, com lâmpadas de LED, e muito bem arborizada, e inclusive a importância da iniciativa dos senhores vereadores que aprovaram o projeto de permuta. 

Tudo isso, de maneira calma, sem citar ideologia política ou partidária, apenas pensando no bem comum dos cidadãos de Vitória da Conquista. E eu fiquei feliz, pois tenho em Conquista uma empresa altamente capaz de produzir vídeos, curtas e longas metragens, peças publicitárias etc, que é a VM FILMES.

 Eu senti que o Dr. Afrânio Garcez, ou Dom Garcez, estava radiante e feliz, pois é um homem que realmente é culto, humano, cristão, e até onde sei não possui desafetos, leva uma vida quase monástica, escrevendo, lendo, advogando, expondo seus pensamentos e pontos de vista de maneira branda, suave, mas repletas de razão. 

Eu sou feliz por ter tido um professor desta envergadura, e por ter um amigo, que, aliás, irá prestar seu depoimento num documentário que estou fazendo sobre a história e personagens de Vitória da Conquista.
 

Beto Magno. Jornalista e Cineasta  DRT: 5353-BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI SOBRE ESSA POSTAGEM!