quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

terça-feira, 18 de janeiro de 2022

CINECITTÀ: A cidade do cinema


Por Alexandre Aguiar 


Certa feita, perguntaram ao cineasta Italiano Frederico Fellini: - Senhor Fellini, onde o senhor gostaria de morar ? E de imediato Fellini não exitou em responder: - Cinecittà,  eu gostaria de morar na cidade do cinema. 

Então os Italianos, inspirados no pensamento e expressão do cineasta Frederico Fellini, preocupados com a cultura, construíram em Roma, Itália, a Cinecittà, ou seja, uma cidade dedicada ao cinema.

A Cinecittà talvez seja a grande obra dos Italianos no século XX, um complexo cinematográfico na antiga cidade histórica de Roma, estabelecendo um paralelo entre a Idade Antiga e a Idade Moderna.

Roma, do Coliseu à Cinecittà. 

Trata-se de uma infraestrutura com 400 000 metros quadrados que abriga  19 dezenove teatros, sets de filmagem e estúdios de edição, com os quais em mais de 80 anos, já foram gravados pelo menos 3 mil filmes e vencidos 52 Óscares. 

Em uma de suas super produções, o filme infantil Pinóquio, os Italianos chegaram a investir €52 milhões de euros, no ano de 2004 e a Cinecittà responde pela maior parte das produções Italianas no universo do cinema.

Aqui, no Brasil, levamos Glauber ao cemitério, parte do acervo com os originais dos filmes pegou fogo na Cinemateca Nacional e em Vitória da Conquista, o espaço dedicado a construção de uma iniciativa de cinema que faz link com a memória de artista segue abandonado desde 1990 pelo poder público.

Podemos mudar isso. 

O cinema é vetor da economia criativa, com largo potencial para geração de emprego e renda, em que a UNESCO tem recomendado programas destinados a estabelecer cidades criativas relacionadas às artes.

Em Conquista é  viável a criação de uma Empresa Pública de Cinema e Audiovisual, cabendo aos detentores do poder de decisão, nos permitir ingressar no setor,  para homenagear a memória de Glauber produzindo filmes. 

O Secretário Xangai deu anuência e seguirmos aguardando o Pacote de Leis que entre outras, propõe: a lei de criação da empresa pública de cinema e a lei setorial do fundo e incentivo ao cinema e audiovisual no Município, para o Polo Industrial de Cinema. 

Existem recursos externos sem ônus ao Município!!!


Imagens da internet e acervo pessoal - Fair use



Depoimento de Kléber Avelino (Dr. Saúde)


Depoimento de Kleber Avelino (Dr. Saúde) sobre o Museu de Kard em Vitória da Conquista - BA. 
 

domingo, 16 de janeiro de 2022

Depoimento Museu de Kard - Pedro Alexandre Massinha @massicasoficial

 
 
 
 Neste Vídeo o eterno líder da Juventude Conquistense, Pedro Alexandre Massinha @massicasoficial, Produtor, Comunicador e Articulador Cultural expõe seu pensamento acerca do Museu de Kard, localizado em Vitória da Conquista BA, convidando a todos para uma visita.

sábado, 15 de janeiro de 2022

CAFÉ DA MANHÃ COM ANSELMO VASCONCELLOS

 
 
O ator Ansselmo Vasconcellos falando sobre sua satisfação de ter dirigido seu primeiro curta metragem na Bahia a covite de Beto Magno (VM FILMES) e Rada Rezedá (RR FILMES).

sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

quinta-feira, 30 de dezembro de 2021

O SEGUNDO MAIOR MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO BRASIL DE PORTAS ABERTAS EM 2022

Por Rada Rezedá
 

Museu de Kard, localizado em Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia, numa área de aproximadamente meio milhão de metros quadrados, o segundo maior museu de arte contemporânea do Brasil se prepara para a inauguração oficial muito em breve, no início de 2022, apesar de já possuir algumas áreas abertas à visitação do público.

 

Vitória da Conquista é considerada a porta de entrada para a Chapada Diamantina, região que recebe turistas de todo Brasil e do mundo. Localizado na rodovia BA-262, o Museu de Kard possui duas galerias e 700 obras de esculturas a céu aberto. O projeto arquitetônico resolve questões de ordem funcional e de ordem estética, observando os contextos físico, cultural, socioeconômico e tecnológico: A obra Tributo a Mondrian, um cubo localizado logo na entrada, é o setor administrativo do museu, bem como a loja e o auditório; a obra Ascenção, uma pirâmide que remete a evolução humana, é também uma galeria de artes, e assim acontecem com outras obras. O projeto paisagístico do Museu de Kard valoriza as espécies endêmicas (madeira nova, favaca, canjão, dentre outras nativas da região), espécies exóticas e está trabalhando na revitalização de uma riacho e de uma lagoa existentes no local.

 

 
 
 

São 700 obras de escultura e duas galerias: Pirâmide, abrigará  permanentemente 750 obras do idealizador do museu, Allan de Kard, e a galeria Mix, que receberá peças de vários outros artistas,

 
 
 

A galeria Mix foi inaugurada em 4 de novembro último com a Expo Arte Conquista, que dispõe de 80 obras artísticas em homenagem aos 181 anos da Jóia do Sertão baiano, a cidade de Vitória da Conquista. Os artistas expositores são: Valéria Vidigal, Alex Emmanuel, Domício Campos, Lilian Morais, Romeu Ferreira e o próprio Allan de Kard. A Expo Arte Conquista esteve aberta, gratuitamente, ao público até 15 de dezembro de 2021.

 

 
 
 
 

Na entrada do Museu de Kard o visitante é recebido pela imagem majestosa da Arara Canidé. Também conhecida como Arara-Amarela, vive em bandos, é monogâmica e muito encontrada em todo o Brasil.

 

Arara Canindé

Flor do Cacau, do artista plástico Mário Cravo. Esta obra foi doada ao Museu de Kard, pelo próprio escultor, que também criou o Cristo Nordestino, localizado em Vitória da Conquista, com feições nordestinas, que relembra a situação econômica e social da população sertaneja, e possui 33 metros de altura. O monumento foi inaugurado em 1980.

 

Flor do Cacau

 
 
 
 

O Conselho trata do exercício de poder. São treze membros de um conselho, o presidente ao centro e todos numa posição de reverência, com uma das mãos no peito e outra escondida nas costas, cada uma delas esconde um objeto diferente. A obra começou em 2012 e foi finalizada em 2021.

 
 
 
 
 

Xadrez Nordestino, possui 900 metros quadrados, representa cangaço versus o Estado. “Do lado do cangaço estão Lampião e Maria Bonita, rei e rainha; Antônio Conselheiro é o bispo, o jumento é o cavalo, a torre de Bom Jesus da Lapa é a torre, e os cangaceiros são os peões”, explica o escultor Allan.

 
 
 
 

As guardiãs do Tempo faz referência a um calendário e possui 1 km e 600 metros, “Trata-se do tempo, que é a matéria-prima mais importante, é a mais perecível que a vida nos oferece. São 366 guardiãs do tempo, uma para cada dia”, afirma o artista.

 
 

A área do Museu de Kard era um antigo lixão da cidade de Vitória da Conquista e, por isso, todos os sapatos encontrados no local foram recolhidos e estão sendo transformados na obra Em que pé anda? fazendo uma referência a transformação do homem. Esta é obra que ainda não está totalmente concluída.

 
 

Mãos, interior da Pirâmide

 
 
 

Ceia, interior da Pirâmide

 
 
 

A obra Ascensão significa a saga evolutiva do átomo ao arcanjo. O ciclista que se põe a escalar a Pirâmide evolutiva rumo ao infinito representa o ser nesta busca, num verdadeiro Teotropismo positivo. Vista de frente, nota-se que a porta da pirâmide não se encontra no centro, para que o observador sinta o impulso de deslocá-la para o centro, sugerindo que a Ascensão seja a busca infinita pela perfeição

 

O Museu de Kard possui muitas outras obras de arte, como: Mon SoleiDesejos e DeverMater (figura masculina e feminina em estado de gravidez), Resistência, Tributo a MondrianMonumento ao Gráfico, Labore per Vitae, o Vento, Lápis na Mão, Sala de Estar, Diversidade Fenotípica, Monumento aos Heróis da Saúde, Jogo da Velha, Zigoto (ovo estrelado), Tukurê, Sonho de Menino (24 obras), Ode ao Amor, Transbordo, Sem Rumos e Pramix, Quo Vadere, (Aonde Fostes, conhecido como Labirinto, com 150 metros quadrados e 80 toneladas de cinzas no piso, com fotos de crianças desaparecidas).

São mais de 800 preciosidades entre esculturas e pinturas reunidas em um só lugar. Para conhecer muito bem tudo isso de perto, com certeza levariam alguns dias; a boa notícia é que o Museu de Kard pode ajudar o visitante a fazer uma pré-seleção dos pontos de interesse, e, assim, os amantes da arte podem organizar melhor a visita. Para ter uma ideia geral e ver as obras mais destacadas, é necessário dedicar pelo menos uma manhã completa para percorrer o museu. Mas é bom lembrar que apesar de já ter áreas com livre acesso, o público só poderá desfrutar de tudo, oficialmente, a partir de março de 2022.

“O Museu de Kard é um patrimônio cultural que engradece Vitória da Conquista e o Brasil. Todas as obras são de grande relevância, mas tem uma delas que é a Quo Vadere, também conhecida como Labirinto, que é enigmática e de importante cunho social, pois é uma espécie de grito de alerta sobre as crianças desaparecidas. No percurso do Labirinto serão expostas fotos, em cerâmica, das crianças que nunca voltaram para seus lares. Quem entrar no Labirinto terá sensações parecidas com as das crianças desaparecidas, isso é transformador” declara em tom decisivo o cineasta baiano, Beto Magno.


Allan de Kard

Artista plástico e agrônomo, Allan é o idealizador do Museu de Kard. Foi finalista do Troféu Prime e, em 2016, foi indicado como personalidade conquistense quando teve o privilégio de acender Pira Olímpica durante passagem da tocha pela cidade.

Exposições: Kaypê, Equilibrium, Solidare, Tukurê, Caminhos da Paz, dentre outras. Participou também, com suas esculturas e telas, da exposição Além Mar, em Coimbra, Portugal e do 3º Salão do MAM da Bahia, em 1995.

“Construo caminhos por onde trafego. Crio técnicas próprias. O pior para uma obra de arte é o silêncio, o descaso”,

Allan de Kard.


Valéria Vidigal

Conhecida como a “Artista do Café”, Valéria Vidigal é cafeicultora e artista plástica e já realizou mais de 100 exposições com a temática do café. Idealizadora do Encontro Nacional do Café, que em 2021 está em sua 15º edição, Valéria é vice-presidente do Museu de kard.

 

Valéria Vidigal

Fotos da matéria: Marcelo Saback )


Rada Rezedá é  Atriz, Jornalista e Cineasta.

fonte: http://www.lavogacompass.com

Berlim/Alemanha 

http://www.blogcarolinabrasil.com

Miami/USA



quinta-feira, 23 de dezembro de 2021

FELIZ ANO VELHO

Dr. Ronaldo Soares e Dr. Afranio Garcez

Por Beto Magno

Foi com grande alegria e felicidade que tomei conhecimento, que o meu amigo e ex-professor Dr. Afranio Leite Garcez, foi homenageado pela OAB – Seção de Vitória da Conquista, pelos seus relevantes serviços prestados no efetivo exercício da advocacia, na área cultural,  e a sociedade conquistense. Tal título constituiu da entrega pelo presidente da OAB/Conquista na presença dos presidentes de outras seccionais, autoridades da OAB Federal, numa justa homenagem ao advogado, que também é um estudioso cuidadoso do direito e do sistema jurídico brasileiro, e que somente gosta de compartilhar suas ideias com poucos, e eu sou um deles. Também é jornalista, escritor, membro efetivo e procurador jurídico da Academia Conquistense de Letras, ocupando a cadeira que possui como patrono o escritor Guimarães Rosa. Já são mais de 4 décadas de advocacia, e não desiste de continuar a exercer a advocacia principalmente na defesa dos menos favorecidos.  O Dom Garcez como gosto de chamá-lo, é detentor de vários títulos e moções de aplausos concedido pela Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista. É um daqueles pensadores que atravessa a vida deixando sementes, árvores e flores para que outros possam se beneficiar. Possui uma invejável biblioteca onde se encontra livros não somente de direito, mas de todos os ramos culturais e até mesmo religiosos, e o engraçado é que mesmo sendo católico, jamais o vi falando ou discriminando outras religiões, muito ao contrário, estuda todas elas, e defende com toda a força que possui, embora já com 65 anos de idade, que aparenta não ter, adoentado não foge a luta quando para ela convocado.  Liguei para ele para parabeniza-lo, e ele calmamente agradeceu-me, e acrescentou: “Beto sou um homem sem muito teres e haveres”, mas sinto-me feliz com o que tenho e continuo estudando. E nem penso numa aposentadoria, somente se Jesus Misericordioso, ou minha Nossa Senhora das Garças, através dos meus protetores espirituais que acostumamos a denomina-los de anjo da guarda, me chamem para outra morada que não sei designar o nome, mas irei feliz, pois ao contrário do mandacaru que não dá sombra e nem encosto, eu sei conceder tanto a sombra quanto o encosto, e complementa citando o versículo “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda. Paulo de Tarso, Bíblia, 2 Timóteo 4:7-8. E assim prosseguirei. Na área cultural segue firme com suas posições ideológicas, parece-me que tem mesmo a ver com o seu patrono na Academia Conquistense de Letras, o Guimarães Rosa. É advogado de primeira grandeza e sagaz inteligência e perspicácia. Possui trânsito livre entre todos, e considera o Dr. Ruy Medeiros seu Mestre (ambos fizeram pós graduação juntos), assim como o Dr. Evandro Brito. Em nossas conversas quando estou em Vitória da Conquista conversamos uma tarde inteira sobre cinema, cultura, os amigos que se foram, como os saudosos Lázaro Faria, Dr. Valdir Barbosa, Nando da Costa Lima , Uita Mamola e os que ainda estão entre nós: Allan de Kard, Valéria Vidigal, Dr. Armenio Santos, Kleber Avelino, Pedro Alexandre Massinha, Chico Estrella, literatura e os rumos que o cinema nacional precisa tomar rapidamente. Reconhece até mesmo entre àqueles que ele julga que não deve manter amizade as virtudes dos mesmos. Prefere apenas cumprimentar e nada mais. Muitas vezes eu o questionei sobre esta sua atitude, não o criticando mas apenas por curiosidade, e ele respondeu-me: “Beto não desejo e nem quero ter inimigos, nem mesmo gratuitos, pois não tenho condições financeiras para compra-los, mas prefiro agir assim pois nada de interessante eles possuem para conversar.  Já fez mais de 50 júris gratuitos ou não, e ultimamente diz, agora que meus cabelos estão brancos, é que estou aprendendo a ser mais sábio e prudente.  E é neste ponto que acho que ele possui uma porção do Guimarães Rosa dentro dele. Enfim, tenho o maior orgulho de tê-lo como meu mentor, amigo e parceiro. Parabéns Dom Garcez, Vitória da Conquista precisa mais e mais de pessoas como você.






terça-feira, 21 de dezembro de 2021

"NARCISO E O LAGO"

            Elomar e Xangai


Hoje nós temos um motivo a mais para irmos à Praça Tancredo Neves. Já está convidativa, é verdade, luzes acesas, músicas natalinas, ternos de Reis, pessoas, amigos, famílias, o ambiente é terno, cultural. Ali, ao lado da catedral da nossa padroeira que nos protege e abençoa, está a Casa Regis Pacheco, onde acontece a programação em homenagem ao Centenário de Arte Moderna com exposição de trabalhos de diversos artistas conquistenses.

Então, o que está acontecendo já é motivo para você sair de casa, só que hoje será uma noite muito especial, quando o secretário de Cultura e Turismo, e mais que isso, o amigo e parceiro Xangai cantará em homenagem ao menestrel Elomar Figueira de Melo na data do seu aniversário.

Na noite de hoje, mais do que sempre, a praça é do povo.

Fonte: Blog do Massinha